Registre-se agora
 
X

Minhas Páginas > Ideias na Moleque de ideias > Ideias com montagens e editoração

Ideias com montagens e editoração


Três idéias distintas, mas com processos semelhantes. À esquerda, Luiza Apolinário, 8 anos em 2006, fez uma capa para sua pasta: tirou uma foto sua com a câmera, depois enfeitou a foto num software de desenho, depois importou o resultado para um software de editoração, incluiu a marca da Moleque de Idéias, escreveu seu nome, data e imprimiu. No centro, ideia de Felipe Chaves, 7 anos em 2006, que tirou as fotos com a câmera digital, inclusive de sua “tatuagem”; depois recuperou e importou as fotos para um documento, organizou o espaço, inseriu seu nome, a data e depois imprimiu. À direita, a ideia de Vitor Azevedo, 9 anos em 2006, que tirou fotos suas com a câmera, depois as transformou, deformando-as em um software de tratamento de imagens, depois importou o resultado para um software de editoração, organizou as imagens, alinhou as fotos, escreveu “antes” e “depois” e imprimiu.

Montagens e editoração

Projetos que favorecem a aprendizagem de: procedimentos para importação de imagens; objetos gráficos independentes; diagramação; seleção simples e seleção mútipla de objetos; redimensionamento de objetos; rotação de objetos; multiplicação de um mesmo objeto; alinhamento e distribuição de objetos num espaço.

Montagens são trabalhos que reúnem e reorganizam em um documento as informações obtidas em outras fontes. Geralmente as montagens são feitas para serem impressas numa folha de papel normal, ou papel adesivo, e contém figuras e textos.

As próprias crianças têm ideias de pesquisar algum assunto, ou preparar uma folha para imprimir como adesivos, ou como um livro, por exemplo. As crianças podem obter as figuras em arquivos feitos por elas, tais como desenhos, ou fotos. Estas ideias implicam na necessidade de recuperar arquivos gravados anteriormente.

Ou podem pegar imagens de sites na Internet, quando deverão ser capazes de gerar arquivos a partir de imagens obtidas num navegador como o Internet Explorer, ou o Safari. Podem também obter imagens digitalizando coisas com a tablet e a caneta, ou com o microscópio, ou com o scanner, aprendendo a lidar com estes equipamentos periféricos.

Os textos podem ser criados e inseridos na hora da construção do documento a ser impresso, ou importados para serem organizados juntos.

Há bastante exercício envolvendo o conceito do meio digital, usado em muitos softwares de editoração eletrônica e softwares gráficos, que é o OBJETO. Os objetos são tratados como estruturas independentes, quando selecionados podem ser agrupados,  girados, redimensionados, movimentados pelo documento, podem ser sobrepostos, podem ser duplicados, triplicados, multiplicados, etc.

As crianças ainda lidam com aspectos relacionados aos formatos de arquivos - quando importam figuras necessariamente compatíveis com os softwares de editoração, à recuperação de informações - quando precisam localizar estes arquivos e à configuração da impressão.

Montagem feita por Matheus Peixoto, 8 anos, em 2006, com seus carrinhos em várias posições diferentes. Matheus digitalizou as imagens com a câmera e depois organizou-as num documento para impressão.

Exemplos de montagens com imagens digitalizadas com o microscópio. A ideia da esquerda é de Betina Sass, 8 anos em 2006, que digitalizou partes de um tatuí que ela encontrou na praia e conservou na geladeira até trazer para a oficina. O do centro é ideia de Tadeu Asevedo, 11 anos e Paulo Quintans, 10 anos em 2006, que digitalizaram vários insetos e bichinhos, aranha e caramujos. À direita, a ideia de Júlio Azevedo, 4 anos em 2006, que digitalizou uma folha, uma traça, uma conchinha e um biscoito.

Estes são exemplos de montagens feitas com imagens obtidas na internet. A primeira da esquerda é de Vitória Santos, 7 anos em 2005, usando imagens da Polly, capturadas da tela do navegador no site da boneca. As imagens do centro também são capturas de tela, feitas por Arthur Bompet, 5 anos em 2006, com os resultados que obteve no jogo do skate no site do Stuart Little 2. Arthur, enquanto fazia a montagem lia por extenso e em voz alta a sua pontuação! O da direita é um ideia de Lucca, 7 anos, e Vitor Fonseca, 8 anos em 2005, com capturas de imagens de piões Beyblade. Depois de capturadas as imagens foram importadas para o software de editoração e alinhadas.

Estas são montagens com imagens também obtidas na internet. A da esquerda é da Karina Moellmann, 7 anos em 2006, sobre planetas. A do centro é ideia do Guido Piazzi, 8 anos em 2006,  que fez um livro sobre tubarões, com fotos e textos. À direita, ideia do Ricardo Lanna, 7 anos em 2005, com imagens sobre morcegos.

Última atualização 2985 dias atrás por Leila País de Miranda